domingo, 29 de julho de 2012

PONTO G: PARAFILIA - CHUVA DOURADA




Urolagnia também conhecida por “esporte aquático” ou “chuva dourada".

O prazer sexual está ligado à urina. Ver alguém urinar, ou sentir a urina da pessoa em partes do próprio corpo. Alguns até bebem a urina. NUNCA se deve esquecer que beber urina ou o contato da mesma em ferimentos da pele: poderá causar sérios problemas de saúde. As vias de contaminação estão abertas. Todo cuidado é pouco, quando se fala em: mucosas, secreções e fluídos corpóreos.
Leia Mais ►

sábado, 28 de julho de 2012

INFORMAÇÃO PARA CASAIS - NÃO DÁ MAIS

Recebendo muitos e-mails de casais, maridos héteros querendo satisfazer suas esposas dando de presentes algumas horas de prazer com um Garoto de Programa, depois da última vez em que quase apanhei de uma esposa que se irritou quando seu marido estava sendo o mais empolgado do grupo e dela querer sair do carro para me dar espaço para acompanhá-los, resolvi mudar algumas coisas, não atendendo mais a casais para evitar situação chata. GP já tem fama de ser destruidor de lar, agora saber que nem todos estão preparados para isso e ter a certeza que irá afetar a família alheia, melhor acabar com isso. E outra, por favor, pare de achar que GP tem que sair com o primeiro que lhe oferecer dinheiro, não é bem por aí, tá pagando tem que cair de boca, ridículo isso.
Leia Mais ►

domingo, 22 de julho de 2012

ORGIA: SURUBÃO COM OITO PESSOAS

Pra quem se lembra já comentei sobre minha participação em uma casa onde rolava os programas, o dono emprestava a casa pra alguns meninos e travestis fazerem programa, hoje em dia o lugar chega a estar bem mais caído que antes e com menos movimento, pois o dono não se preocupa tanto como antes em deixar o local aconchegante para receber clientes, hoje ele resolveu fazer um churrasco no local e além de chamar seus amigos e conhecidos, chamou algumas pessoas que curtem putaria em grupo na intenção de sair uma bela orgia naquele churrasco. Já faz um tempo que não conversamos, acabamos perdendo um pouco do contato depois que parei de trabalhar naquela casa, e hoje ele resolveu me procurar para participar da festa e ser mais um pedaço de carne para os outros comerem. Chegando lá tinham na faixa de umas seis cabeças, seis homens que quando cheguei já estavam todos bebendo e falando besteiras, não eram todos atraentes era somente um ou outro que chamava a atenção, mas mesmo assim consegui sentir aquele cheiro de sexo no ar e já imaginando o que logo iria acontecer. Depois de duas horas comendo e bebendo, começaram as graças, todos nós fomos para um quarto onde eu fiz programas várias vezes, quarto bem pequeno, mas que couberam todos muito bem (apertados, mas coube) agora imagine oito homens em um lugar pequeno e fechado, com certeza não iria prestar e sair coisa boa nisso. Pouco a pouco eles foram ficando mais a vontade, ainda mais depois do dono colocar um filme pornô para assistirmos. Não tivemos um combinado certo de fazer algum programa na hora, mas como todos que estavam ali foram pessoas que já tinha saído e exatamente nesse “pulgueiro” não precisei repetir o valor que seria cobrado.

# Cena um:

Com seis homens sendo que comigo somava sete e sem contar o dono da casa sendo assim oito. Ter essas pessoas a sua espera para uma pura diversão não tem prazer maior, o primeiro começa me beijando, beijos bem exagerados do tipo que me deixava todo lambuzado, enquanto isso os outros começaram a se despir ficando somente de cueca e já de pau duro, enquanto recebia beijos de um, outros dois se agacharam e começaram a me chupar, um por frente e o outro por trás e mais dois de plantão cada um de um lado para que eu pudesse os masturbar enquanto estava cercado de putos a fim de me devorar, somente um que acabou ficando de fora da brincadeira, mas que logo começou a se pegar com o dono da casa, assim todos estavam felizes e se divertindo.

# Cena dois:

Depois de umas bebidas na cabeça a gente acaba se soltando mesmo, como sou fraco pra bebida e uma lata já me deixa feliz imagine as cinco latinhas que tomei, e o estado em que fiquei. É muito feliz.  Deito-me na cama e logo puxo um para trepar, ele queria me comer sem camisinha, disse que não rolaria e acabou me comendo. Mas com a camisinha. Com um pouco de trabalho acabamos fazendo um trenzinho onde eu estava sendo comido por um e comendo outro que estava de quatro na minha frente, enquanto isso outro se desdobrava para colocar seu pau na minha boca e mais um na boca do rapaz que eu estava comendo. Acabou sendo uma coisa do outro mundo estar fazendo isso com aquela galera cheia de fome, e que não ficou somente nisso, acabamos fazendo rodízio onde todos ali presentes acabaram me comendo, sendo que eu só comi três dos que estavam ali isso incluindo o dono da casa que já havia comido muito antes.

# Cena três:

Foram duas horas de sacanagem naquele quarto, e todos ainda sem gozar até que teve um que estava reclamando que seu saco estava doendo. Não sou especialista nisso, mas com certeza foi consequência de não ter gozado, quando se tem um estimulo grande e com isso você fica sem gozar, acaba sentindo uma dorzinha no saco que só alivia depois do prazer da gozada. Como todos estava com muito tesão o jeito foi descarregar tudo aquilo que estava sentindo. Depois de trepar com todos os sete ali presentes (incluindo o dono) eles fizeram uma rodinha em minha volta e começaram a se masturbar diante de mim, eles me conhecendo sabiam que adoro ver alguém se masturbando e poder observar vários pintos de todos os tamanhos, formatos e cores na minha frente foi maravilhoso. Até que do nada, recebo a primeira gozada na cara de um deles, parecia que foi combinado por que depois do primeiro um a um foi gozando e me enchendo de porra deixando meu corpo todo coberto e vendo todos caírem desmaiados no chão por estarem exausto de tanto tesão.

# Final:

O único que não tinha gozado foi o que estava mais bêbado da turma e que por isso não estava com disposição de gozar (depois das não sei quantas caipirinhas que chegou a tomar) o restante todos ficaram satisfeitos. O que achei engraçado no fim foi quando ia me levantar para tomar banho, que um deles me puxou pelo braço me fez deitar novamente e começou a me limpar, me senti como uma criança que estava recebendo atenção de seus pais e depois todos acabara fazendo o mesmo, uns com toalhas e outros com papel passando em todo o meu corpo pra me deixar limpo daquele prazer despejado em mim. Foi assim que gozei, recebendo as mãos de todos passando pelo meu corpo e me deixando com o pinto babando. Gozei e um deles veio lamber minha porra que jorrava do meu pinto engolindo tudo.
Saí de lá com mais um convite, o dono desta casa era amigo de um cara que tem uma casa de sexo, que fica em outra cidade e que sempre que pode está indo nesse lugar, lá se encontram pessoas que buscam prazer em assistir outras pessoas transando. Ele sendo quase “sócio” deste lugar por ser muito amigo do dono, me chamou para ir dar uma passada lá, e quem sabe fazer mais uma festa com as pessoas por lá.
Leia Mais ►

segunda-feira, 16 de julho de 2012

PONTO G: MANUAL DO SEXO ANAL


Um roteiro completo para explicar tudo - mas tudo mesmo! - sobre a prática que, apesar de ser tabu para muitas mulheres, pode ser bastante prazerosa:

Fator Psicológico

Medo. Eis o argumento de boa parte das mulheres e homens para não experimentar o sexo anal. Mas... medo de quê? A não ser que sofra de hemorroidas ou tenha qualquer outro problema na região do ânus, não há mal nenhum. A curiosidade em experimentar já movimenta a vida sexual. "Quando existe desejo, vontade e decisão, não dói", afirma Aretusa Menezes, autora de 10 Mandamentos para a Felicidade Sexual da Mulher
 
(Ed. Jaboticaba).
 
Treine sozinha

No banho, acaricie a região anal com movimentos circulares e delicados. Quando se sentir familiarizada com o toque, chame o parceiro para debaixo do chuveiro. Beije-o enquanto se alisa. Peça para que ele, sempre de forma gentil, toque seu ânus. Depois, que introduza um dedo, dois... até a hora em que se sentir à vontade para a penetração.

Posições
 
· Sentada sobre o parceiro: ótima para iniciantes, pois permite que a mulher controle a penetração.
· De lado: facilita o relaxamento e permite ao homem estimular seios e clitóris durante a penetração. IMPORTANTE: Jamais faça anal sem gel, que facilita a penetração. Ele deve ser à base de água e não conter anestésicos (assim, evita de você se machucar sem perceber).

E o parceiro?

Não há sexo anal bem-sucedido sem um parceiro carinhoso. "Ele deve penetrar devagarinho, parar por alguns segundos e então continuar". Se ele for principiante, você pode controlar o vaivém.

Kit obrigatório para praticar

 
Camisinha:
Comparado à vagina, o ânus tem mais chances de ser infectado por alguma doenças - mesmo sem haver cortes na região. Por isso, use preservativo. Se for fazer sexo vaginal em seguida, use outro. Senão, as bactérias que habitam o ânus vão para lá.

Lubrificante:
O ânus não é elástico nem dispõe de uma lubrificação natural, como acontece na vagina. Portanto, para amenizar o atrito, e evitar que a camisinha se rompa pela fricção, use um lubrificante de gel à base de água, vendido em farmácias.

Higiene:
Há quem recorra à lavagem intestinal para evitar a presença de detritos de fezes na hora H... Mas isso é exagero. "Uma boa higiene durante o banho é suficiente", afirma a proctologista Karen Mallmann, de Porto Alegre (RS).
Leia Mais ►

terça-feira, 10 de julho de 2012

ESSE MEU JEITO INCOMODA MUITA GENTE

Muitos quando me conhecem se estranham com esse meu jeito às vezes fechado, não digo às vezes e sim sempre. Quando ando na rua ou até mesmo quando chego a conversar com alguém estou sempre de cara fechada como se tivesse tido um dia ruim e queria demonstrar isso com minha feição, não é bem assim que funciona, mas desde pequeno tenho esse jeito fechado de me trancar nesse mundo que tenho. Nem sei como consigo desabafar aqui no blog certas coisas que nem meu melhor amigo sabe. Onde moro sempre fui muito dado aos outros e nunca tive a troca merecida disso como um sorriso ou o retorno de um bom dia ou tudo bem, cansei de passar perto de pessoas escrotas cumprimentarem elas com o sorriso largo que tenho e eles me olharem como se dissesse, vem cá eu te conheço?
São poucas as pessoas que entendem e não agem dessa forma “grosseiras”, ontem conversando com um amigo que conheci há pouco tempo ele me disse que eu era muito misterioso e cheio de segredo, na maioria de nossas conversas quando chegava um assunto digamos “bem pessoal” eu pulava fora falando sobre outra coisa, ele não sabe do que eu faço e menos ainda de minhas rotinas e dizer a ele o que fui e as coisas que faço acho que seria motivo de se afastar de mim, pois não sei se aceitaria um Garoto de Programa como amigo, aceitar até pode, mas manter contatos na rua sabendo que alguém poderia ver e se confundir com um cliente acho que não rolaria com ele como não rolou com outras amizades que fiz que quando souberam do que eu fazia evitava falar comigo na rua, não me dizia isso na lata, mas a forma de agir quando nos encontrávamos era diferente e era aí que percebia que existia um preconceito nisso. Pelo Twitter fiz amizade com um rapaz gente boa, mas que ficou com medo de verem conversas nossas por lá e começarem a falar dele, na hora fiquei chateado e cheguei a comentar com ele, que analisou a situação e viu que não tinha nada a ver, disse que eu poderia continuar mandando Tweets pra ele. Mas a princípio rolou certo “não fale comigo em público”.
Antes eu era mais descontraído e aberto a todos, era nesse momento que tinha o nome de “fácil” e começaram a me ver como alguém que é está dando em cima de outro só por que era simpático. Não tô te dando mole, eu sou simpático. Como não funciona e esse povo acha que todo mundo dá em cima deles prefiro fechar a cara e andar como se estivesse com dor de barriga ou com raiva por meu time ter perdido, assim ninguém me enche o saco dizendo que estou dando mole por um sorriso que der. Eu recebi um comentário que até hoje não entendi, me dizendo que eu estava dando em cima de tal pessoa na cara dura e mais um monte de baboseira, até hoje tento saber quem é essa pessoa que eu estava tentando “pegar” como disseram. Isso tudo por que, só por que fui educado e tratei bem.
Claro que quando estou com algum cliente ou mantendo contato por e-mail procuro ser o mais dado possível isso claro quando a pessoa sabe se comportar, pois tem alguns que pelo amor de Deus, é um saco de tão estúpido. Com clientes e pessoas que sabem conversar descentemente sou tranquilo, esbanjo sorriso e muito mais coisas, por isso a maioria fica impressionada e acaba voltando depois de ter saído ou conversado comigo.
Vendo um pouco minha vida e me recordando dos traumas que passei, chega a ser mais um motivo pelo qual sou fechado, às vezes seco e de vez em quando ignorante. Já quebrei tanto a cara e penei muito que às vezes acho que mostrando quem realmente sou acho que farei papel de bobo, e por isso prefiro me esconder por trás de alguém que não existe alguém com feição mal humorada ou irritada, o que é bem diferente da realidade, pois sou facim facim, no bom sentido claro.
Leia Mais ►